Gentil Martins (II)

A populaça extasiada aplaude dois homens bem-parecidos, jovens, sexuais, que se declaram socialmente discriminados durante o seu tempo de antena num dos programas mais vistos do país, enquanto agregam multidões e ganham milhões. A populaça extasiada expurga um médico reformado, a poucos anos de falecer (talvez mais, se tiver sorte) que é ignorado devido ao seu distanciamento das tecnologias de informação, repudiado pela sua idade avançada e ostracizado pelas pertinentes questões que levanta.

Há quem nos lembre que o clínico salva vidas. Mas são vidas de recém-nascidos, entidades que – na óptica dos seus detractores – não têm direito à vida. Significa pois que se trata de um sujeito desprezível: Se por alternativa, optasse por se despir na televisão ou apanhar no pacote, seria com certeza mais respeitado.

Author: Myrddin Emrys

Apaixonado por ciência e política, nesta ordem. Igualitarista obsessivo. Por essa razão, odeia o feminismo e persegue a hipocrisia da Esquerda moderna que abandonou (com requintado desprezo) o combate à pobreza trocando-o pela promoção erótica de marialvas, hedonistas e pervertidos. Sou Português, pequeno burguês. Artista de variedades, compositor popular, aprendiz de feiticeiro.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s